Design sem nome - 2021-10-05T004538.617.png

Como funciona o Planejamento Previdenciário

Design sem nome - 2021-10-03T153806.873.png
Design sem nome - 2021-10-03T012914.820.png

Conforme dito anteriormente, o Planejamento Previdenciário é o estudo preliminar que apontará quanto tempo um pessoa ainda precisa contribuir pra a Previdência Social de forma a conseguir sua aposentadoria com a melhor condição possível. Terão que ser consideradas nessa análise o histórico de contribuição do filiado ao Regime Geral de Previdência Social (RGPS), seu perfil, e também as recentes mudanças na Previdência Social.

A partir dessas informações, fica mais fácil entender as instituições e as suas respectivas regras, bem como pensar no que se busca para o futuro.

No Brasil, o sistema previdenciário é formado por um tripé: a previdência social, a previdência complementar fechada e a previdência complementar aberta.

Entenda um pouco mais sobre o conceito de Previdência Social.

 

Mantida pelo Governo Federal, na previdência social, a contribuição é compulsória para todos os trabalhadores que têm um emprego formal, ou seja, todos que trabalham com carteira assinada.

Também podem contribuir os trabalhadores informais, que são os que pertencem a outras classes, como os MEIs, autônomos, os desempregados, os estudantes, os trabalhadores avulsos, etc.

Segundo as regras do sistema previdenciário social, as contribuições recolhidas têm um efeito distributivo. Isso quer dizer que elas não formam uma poupança individual para o trabalhador, como é o caso do FGTS, mas que os valores recolhidos mensalmente são utilizados para o pagamento do benefício daqueles que já estão aposentados.

Assim, o sistema da previdência social vai se retroalimentando das contribuições que são pagas mensalmente para manter o benefício daqueles que recebem aposentadoria atualmente.

Saiba mais (10).png
Fale com um especialista
Danielle Costa_Logo Preto_Dourado_ Aprovado_Oilvare Base.png